domingo, 15 de outubro de 2017

9º Ano E. Fundamental

4º BIMESTRE (9ºA e 9ºB)

CONTROLE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA NO ESPORTE

É importante compreender que para se ter uma vida saudável, não basta apenas realizar exercícios físicos, é preciso também entender a maneira correta de faze-lo. Muitas pessoas não alcançam os objetivos esperados devido a desinformação e acabam prejudicando a própria saúde.
Para elaborar um plano de exercícios, é necessário entender primeiramente que a frequência cardíaca (FC) é responsável pelo bombeamento de sangue para a corrente sanguínea, com finalidade de nutrir e oxigenar os músculos, os tecidos e as articulações. A prática de exercícios físicos fortalece a musculatura cardíaca, tornando o coração mais forte e resistente. Assim, ele bombeia o sangue com maior eficiência, diminuindo a frequência cardíaca para movimentar em mesmo fluxo sanguíneo a cada minuto.
Além do exercício físico, a idade também esta relacionada a FC. Com o passar dos anos, o número de batimentos cardíacos máximo diminui. Entre muitas formulas e tabelas a mais utilizada para calcular de modo aproximado a FC máxima para cada faixa de idade é a de KARNOVEN et Al (1957):

FC MÁXIMA = 220 – IDADE

Durante o exercício físico, é importante controlar a frequência cardíaca. Para cada nível de condicionamento e objetivo, existe uma faixa de treinamento a ser considerada, que pode estar entre 60% e 90% da FC máxima. Dessa maneira, é importante que um profissional prescreva a intensidade dos exercícios a serem realizados e a frequência cardíaca adequada a aptidão, aos interesses e as necessidades do praticante.


SAIBA A DIFERENÇA:

Atividade Física: Qualquer movimento corporal, produzido pelo musculoesquelético que resulta em gasto energético maior que os níveis de repouso, como o simples gesto de lavar o cabelo.

Exercício Físico: Refere-se a atividade planejada, estruturada e repetitiva que tem por objetivo a melhoria e a manutenção de uma ou mais componentes da aptidão física, como realizar uma caminhada com a duração de uma hora em ritmo acelerado com o objetivo de perder peso.

1º Ano Ens. Médio

4º BIMESTRE


VERDADES SOBRE A DIETA (texto 01)
A maioria dos livros sobre dieta é baseada em 2 suposições:
1º A dieta não afeta a velocidade na qual o corpo trabalha - o chamado metabolismo; e,
2º O peso perdido na dieta é na maior parte gordura.
Ambas as suposições são completamente erradas. A dieta diminui o metabolismo e a maior parte do peso que é perdido na dieta não é gordura. De fato em qualquer perda rápida de peso, no início quase não se perde gordura nenhuma. Qualquer dieta que promete uma perda rápida de peso (5 a 8 Kg) por semana de gordura é enganosa. Durante uma dieta a primeira reação do corpo é retirar energia do glicogênio (carboidrato estocado no músculo e no fígado), Qualquer dieta prolongada por várias semanas, resultará em perda de gordura, juntamente com glicogênio, água e massa magra (músculo). Após a reposição de água e glicogênio, o corpo tende a recuperar a gordura sem reconstruir o tecido muscular. Outra desvantagem da dieta é a ineficiência da regulação de energia, ou seja, a velocidade do metabolismo de uma pessoa que faz dieta diminui para se adaptar à nova necessidade energética, quanto mais intensa é a dieta mais o metabolismo diminui porque o corpo é privado de alimentos essenciais. O nosso metabolismo é dinâmico, pode ser diminuído ou aumentado de acordo com a quantidade de comida que se ingere. Quanto mais atividade física uma pessoa faz mais rápido sem metabolismos será, ou seja, é possível aumentar o metabolismo por meio da atividade física.


NECESSIDADE DE MOVIMENTO DO CORPO HUMANO (texto 02)
Quando o corpo se movimenta muitos processos fisiológicos tais como, o aumento da contratilidade e frequência dos batimentos do coração; a alteração do metabolismo; a mobilização dos os hormônios a elevação da temperatura corporal entre outros, ocorrem simultaneamente com alguns processos psicológicos. O funcionamento do corpo é mantido por um equilíbrio dinâmico que necessita de atividades para funcionar normalmente o rompimento do frágil equilíbrio dentro do corpo, causado, por exemplo, por hábitos alimentares errôneos ou deficientes; por padrões de pensamentos negativos e pela vida sedentária, pode resultar em doenças e desordens emocionais e físicas.

Numa sociedade caracterizada por "apertar botões", as tendências modernas, a mecanização, as ocupações sedentárias e o uso generalizado de utensílios domésticos, levaram a uma exigência diminuída da atividade física, particularmente no trabalho. Ao mesmo tempo há um aumento espantoso de doenças cardiovasculares. A atividade física é uma parte integral e complexa do comportamento humano, envolvendo componentes culturais, socioeconômicos, psicológicos e é dependente de vários fatores como o tipo de trabalho, tipo físico, personalidade, quantidade de tempo livre e possibilidades de acesso a locais e instalações esportivas e etc.

2º Ano Ens. Médio

4º BIMESTRE


A eficiência do sistema cardiorrespiratório pode ser avaliada medindo-se a potência aeróbia. Essa potência se refere à capacidade funcional do sistema de absorção, transporte, entrega e utilização de oxigênio aos tecidos durantes exercícios físicos. Todo esse processo pode ser resumido em um único nome, volume máximo ou consumo máximo de oxigênio (VO2max).
O VO2max já foi uma medida muito utilizada na prescrição de exercícios aeróbios, mas hoje em dia sua utilização se limita apenas em classificar indivíduos quanto padrões de saúde.
Para THODEN (1991), o VO2max é a quantidade máxima que um organismo estimulado pode captar de oxigênio, transportá-lo pelo sistema cardiovascular e utilizá-lo em nível celular em uma unidade de tempo.
Podemos resumir a importância de medir o VO2max  da seguinte maneira:
• É aceito como o melhor parâmetro para avaliar o sistema cardiorrespiratório;
• É utilizado para avaliação da capacidade de trabalho do homem, em diferentes atividades ocupacionais (Medicina do Trabalho);
• É um parâmetro fisiológico para prescrever atividades físicas;
• É usado para comparação de capacidade física entre povos e atletas.
• Possibilita aos atletas trabalhar com segurança os diferentes tipos do treino.

O VO2max  pode ser  e expresso em valores absolutos (litros por minuto [l.min-1]), ou em valores relativos (mililitros por quilograma por minuto [ml.kg.-1min.-1]).

A Tabela abaixo mostra a classificação do VO2max de forma relativa em ml.kg.-1min.-1

Idade
Homens VO2max médio
Mulheres VO2max médio
20-29
31-37
34-42
30-39
28-33
31-38
40-49
24-30
27-35

INSTRUMENTOS E PROTOCOLOS
Existem alguns protocolos que podem ser utilizados para avaliar o VO2max e certos instrumentos que são necessários para a realização dos testes.

Instrumentos:
 - Esteira rolante, bicicleta ergométrica, pista de atletismo, degraus etc.

Protocolos:

·        Esteira rolante: (Protocolo de Bruce)
É o mais conhecido e utilizado. Consiste na aplicação de cargas progressivas a cada três minutos de forma contínua.

·        Testes de campo (em pista ou rua) (Teste de 12 minutos – (Cooper, 1970)
Consiste em correr a maior distância possível em 12 minutos. O teste deve ser realizado em superfície plana.

·        Teste de banco ou degrau
Utiliza-se um metrônomo para determinar o ritmo ideal de execução do avaliado.

·        Ciclo ergômetro (Protocolo de Astrand)

O avaliado deverá pedalar durante 5 minutos; registra-se a FC do 4º e 5º minutos, e se obtém o valor médio. A FC de carga deverá estar entre 120 e 170 bpm e, preferencialmente acima de 140 para os jovens (Araújo, 1984).

3º Ano Ens. Médio

4º BIMESTRE

METS

Qual é gasto calórico dos exercícios mais comuns?
O gasto calórico dos exercícios é calculado pela unidade de medida MET, que significa Equivalente Metabólico da Tarefa. Para saber o quando você gastou no seu exercício, precisa multiplicar o MET da tarefa por 0,0175, pelo seu peso (kg) e pelo tempo de exercício (em minutos).

Fórmula:
Gasto Energético = MET da atividade x 0, 0175 x PESO Corporal (kg) x Duração (min.)

A atividade com menor MET é dormir, o gasto calórico é de 0,9 METs, portanto uma pessoa de 70 kg que dormiu por uma hora gastou apenas 66 calorias.

É importante lembrar que em geral quanto maior o gasto de calorias, maior é a dificuldade de manter o esforço por muito tempo, pois é um esforço mais vigoroso. É importante avaliar a atividade e por quanto tempo você costuma fazê-la para saber o gasto calórico total.

MET de alguns tipos de exercício e esportes.

Corrida
O MET de correr a uma velocidade de 12 km/h é 12,5.

MET de correr a uma velocidade de 17,5 km/h é 18,0.

O MET de fazer uma corrida vigorosa na esteira (200 watt) é 12,0.

Corrida de obstáculos
O MET de fazer uma corrida de obstáculos é 10,0.

Subir escadas
O MET de subir uma escadaria correndo é 15,0.

Bicicleta ergométrica
O MET de um esforço vigoroso em bicicleta ergométrica (250* watt) é 12,5.

Squash
O MET do Squash é 12,0.

Boxe
O MET de lutar boxe (numa luta de verdade) é 12,0.

Patins
O MET de andar de patins in line é 12,0.

Pular Corda
O MET de pular corda rápido é 12,0.

O MET de pular corda numa velocidade moderada é 10,0.

Escalada
O MET de escalada em rocha é 11,0.

Bicicleta
O MET de andar de bicicleta realizando um esforço vigoroso (velocidade ou dificuldades geográficas) é 10,0.

Natação
O MET de nadar de forma intensa é 10,0.

Artes Marciais O MET de lutar Judô, Jiu jitsu, Karatê, Kick boxing e taekwondo é 10,0.

"Transport"
O MET de usar o aparelho elíptico (transport) é 9,0.

Basquete
O MET de um jogo sério de basquete é 8,0.

Handball
O MET de jogar handball é 8,0.

*OBS: 1Watt = 0,05 Km/h, ou seja, 200Watts = 10 Km/h
20 Watts = 1 km/h

 Gasto Energético = MET da atividade x 0, 0175 x PESO Corporal (kg) x Duração (min.)

-------------------------------------------------
O MET da realização de exercícios caseiros como flexão de braço, polichinelos e abdominais de maneira vigorosa é 8,0.

- O MET de correr sem sair do lugar é 8,0
- O MET de uma caminhada (rápida), a uma velocidade de 8 km/h é 8,0
- O MET de jogar futebol em geral é 7,0.
- O MET de correr em esteira em geral é 7,0.
- O MET de jogar tênis simples (uma só pessoa) é 7,0.
- O MET de nadar de forma moderada é 7,0.
- O MET dos treinos de peso (halteres) vigorosos é 6,0.
- O MET de andar de skate é 5,0.
- O MET de andar de caiaque é 5,0.
- O MET de jogar golfe em campo é 4,5.
- Em geral, o MET de dançar é 4,5.
- O MET de uma aula de ginástica padrão é 4,0.
- O MET de uma aula de hidroginástica é 4,0.
- O MET de andar de bicicleta por lazer ou trabalho, com velocidade menor do que 16 km/h é 4,0.
- O MET de surfar é 3,0.
- O MET de jogar boliche é 3,0.
- O MET de jogar sinuca (bilhar) é 2,5.
- O MET de alongar-se ou praticar yoga é 2,5.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

9º Ano (3º Bimestre)


9º A e B – 3º Bimestre
Componentes da Aptidão Física Relacionada à Saúde


Resistência Cardiorrespiratória
A resistência cardiorrespiratória é considerada o componente mais importante da aptidão relacionada à saúde. Para muitas pessoas, estar "em forma" significa ter boa capacidade de resistência cardiorrespiratória, melhorada por meio de corrida, ciclismo, natação, durante tempos prolongados.
A resistência cardiorrespiratória pode ser definida como a capacidade de continuar ou persistir em tarefas prolongadas que envolvem grandes grupos musculares. É uma capacidade dos sistemas circulatório e respiratório para se ajustar e se recuperar dos esforços do corpo em exercício.
Cooper (1970) chamou a resistência cardiorrespiratória de "Capacidade Aeróbica", pois exigem bastante oxigênio.


O peso corporal tem dois componentes: peso de gordura e peso de massa magra (músculos, ossos, água). Não é a quantidade total de peso que importa em termos de saúde, mas a proporção de gordura para a de músculos e ossos. Algumas pessoas são pesadas, porque têm músculos muito desenvolvidos ou ainda uma ossatura pesada, mas nem por isso são gordas. Por outro lado, muitas estão no "peso ideal", mas possuem grande quantidade de gordura por isso são obesas.
A porcentagem de gordura, isto é, a porcentagem do peso corporal total que é peso de gordura, é o índice preferido para avaliar a composição corporal de uma pessoa.
Para os homens, os níveis de gordura estão ótimos, quando a porcentagem de gordura estiver abaixo de 15%, e são considerados obesos quando esta porcentagem estiver acima de 25%. Para as mulheres, um nível de gordura abaixo de 20% está ótimo, e acima de 33% é considerado obesidade.


Estes três componentes fazem parte da chamada aptidão musculoesquelética. Uma disfunção musculoesquelética que afeta muita gente é a "dor na coluna lombar". Registros históricos destacam que Hipócrates, o "pai da medicina" discutiu a hipótese de que o homem apresentava dores na coluna em virtude de seu bipedismo e da posição ereta em que caminha. Foi somente a partir da revolução industrial que os problemas da coluna, com destaque para as dores lombares, ganharam atenção, em virtude de sua alta incidência. Pessoas que ainda têm que fazer algum trabalho braçal e para isso usam a coluna como alavanca para levantar objetos, bem como aqueles que fazem trabalho sedentário, pois passam a maior parte do tempo em cadeiras, poltronas e mesas inadequadas, são os mais atingidos. A vida sedentária produz músculos abdominais flácidos, por falta de exercícios, mas os músculos das costas (principalmente da região lombar) ficam tensos, duros encurtados, por problemas emocionais e sociais.
Teoricamente, músculos fracos cansam facilmente e não podem sustentar a coluna em um alinhamento correto. Quando se está em pé, os músculos abdominais fracos e os músculos posteriores das coxas encurtados fazem com que a pélvis se incline para frente, causando uma hiperlordose na coluna lombar. O fortalecimento da musculatura abdominal e a melhoria da flexibilidade da coluna e do quadril, com alongamento das musculaturas posterior do tronco e posterior das coxas, podem prevenir esta síndrome.

Cada componente da Aptidão Física Relacionada à Saúde pode ser medido separadamente e exercícios específicos podem ser aplicados para o desenvolvimento de cada um. Os níveis desses cinco componentes da Aptidão Física Relacionada à Saúde não precisam variar juntos, isto é, uma pessoa pode ser forte, mas faltar flexibilidade, ou uma pessoa pode ter boa resistência cardiorrespiratória e necessitar de força muscular. Para o desenvolvimento total da Aptidão Física Relacionada à Saúde, cada componente deve ser trabalhada em forma de exercícios.

1º Ano (3º Bimestre)

(Texto 1)
O que são esteroides anabolizantes e quais são seus efeitos

Os esteroides anabolizantes androgênicos, geralmente conhecidos apenas pelo nome anabolizante, são substâncias sintéticas relacionadas ao hormônio masculino:  testosterona.
* “Anabolizantes” referem-se aos efeitos na construção de massa muscular
* “Androgênicos” aos efeitos de aumento das características masculinas.
* “Esteroides” referem-se a uma classe de drogas, as quais podem ser legalmente prescrevidas para tratar algumas condições médicas.

Algumas pessoas fazem uso dos esteroides anabolizantes para melhorar a performance atlética e/ou aparência física. Os usuários de esteroides anabolizantes os tomam oralmente ou por injeção, geralmente em ciclos de semanas ou meses interrompidos por pequenos períodos.

Efeitos dos anabolizantes no cérebro
Os efeitos agudos dos esteroides anabolizantes no cérebro são bem diferentes dos decorrentes de abuso de outras drogas. A principal diferença é que os esteroides anabolizantes não produzem euforia, significando que não engatilham a elevação rápida do neurotransmissor com o nome de dopamina. Porém, o uso em longo prazo de esteroides anabolizantes pode ter impacto em substâncias químicas do cérebro, afetando o humor e comportamento.

Sintomas de abstinência
Pessoas que usaram esteroides anabolizantes passam por sintomas de abstinência quando param de tomar a droga. Esses sintomas de abstinência incluem oscilações de humor, fadiga, impaciência, perda de apetite, insônia, redução do desejo sexual e vontade forte de voltar a usar os anabolizantes. Um dos sintomas mais perigosos de abstinência é a depressão, pois ela pode levar ao suicídio.

Efeitos adversos dos anabolizantes na saúde:
O uso de esteroides anabolizantes pode ter como efeitos problemas de saúde sérios e até irreversíveis. Alguns efeitos mais perigosos:
* Dano ao fígado,
* Icterícia (pigmentação amarelada na pele, tecidos e fluidos corporais),
* Retenção de fluidos,
* Pressão alta,
* Elevação do colesterol LDL (colesterol ruim),
* Diminuição do colesterol HDL (colesterol bom),
* Insuficiência renal, (problema no rim)
* Acne severa e
* Tremores.

Há alguns efeitos dos anabolizantes que são específicos para o sexo e idade da pessoa:
* Para homens: diminuição dos testículos, redução da quantidade de esperma, infertilidade, calvície, desenvolvimento de seios, elevação no risco de câncer de próstata.
* Para mulheres - Crescimento de pelo facial, calvície de padrão masculino, alteração ou interrupção do ciclo menstrual, crescimento do clitóris, voz grossa.

* Para adolescentes - crescimento interrompido devido à maturação esqueletal prematura e aceleração das mudanças da puberdade.


(Texto 2)
CAPOEIRA: História e Aspectos Filosóficos

A capoeira é uma expressão cultural Afro-brasileira que mistura
luta, dança, cultura popular e música. Desenvolvida no Brasil por escravos africanos e seus descendentes, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando os pés, as mãos, a cabeça, os joelhos, os cotovelos e golpes desferidos com bastões e facões, estes últimos provenientes do Maculelê. Uma característica que a distingue da maioria das outras artes marciais é o fato de ser acompanhada por música.
A palavra capoeira é originária do Tupi e refere-se às áreas de mata rasteira do interior do Brasil. (Capo = mato; Eira = cortado).
Os negros trouxeram consigo para a América as suas tradições culturais e religião. A opressão da escravatura foi o catalisador da capoeira. A capoeira foi desenvolvida pelos escravos do Brasil, como forma de elevar a sua moral, transmitir a sua cultura e principalmente como forma de resistir aos seus escravizadores. Geralmente era praticado nas capoeiras, e a noite nas senzalas onde os escravos ficavam acorrentados pelos braços, o que explica o fato de a maioria dos golpes ser desferidos com os pés, foi também muito praticada nos
quilombos, onde os escravos fugitivos tinham liberdade para expressar sua cultura.
Há registros da prática da capoeira nos séculos XVIII e XIX nas cidades de
Salvador, Rio de Janeiro, e Recife, porém durante anos sua prática era proibida e duramente reprimida.
Em
1932, Mestre Bimba fundou a primeira academia de capoeira do Brasil em Salvador. Mestre Bimba acrescentou movimentos de artes marciais e desenvolveu um estilo que passou a ser conhecido como Regional. Em contraponto, Mestre Pastinha pregava a tradição da capoeira com um jogo matreiro, de disfarce e ludibriação, estilo que passou a ser conhecido como Angola.

Capoeiristas históricos

Capoeira Angola
· Mestre Pastinha (Vicente Ferreira Pastinha) fundou a primeira escola de capoeira legalizada pelo governo baiano
·
Mestre João Grande Aluno de mestre Pastinha, Um dos mais importantes Mestres de Angola vivo e comanda hoje sua importante academia na cidade de Nova York.


Capoeira Regional
· Mestre Bimba (Manuel dos Reis Machado) criador da capoeira regional.
·
Mestre Eziquiel aluno de Bimba, divulgou a capoeira pelo mundo e foi um de seus maiores cantadores e compositores.
·
Mestre Capixaba Fundador da A.C.A.P.O.E.I.R.A. Um dos maiores mestres vivos. Difundiu e difunde a capoeira nos 5 continentes

2º Ano (3º Bimestre)

LINK PARA PESQUISA: SINOPSE DO FILME BILLY ELLIOT:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Billy_Elliot

--------------------------------------------------------------------------------------

(Texto 1) História da dança
A dança é uma das três principais artes cênicas da Antiguidade, ao lado do teatro e da música. Caracteriza-se pelo uso do corpo seguindo movimentos previamente estabelecidos, chamados de coreografia ou movimentos improvisados, neste caso, chamado de dança livre. Na maior parte dos casos, a dança, com passos cadenciados é acompanhada ao som e compasso de música e envolve a expressão de sentimentos potenciados por ela.
A dança pode existir como manifestação artística, forma de divertimento ou em cerimônias.

Várias classificações das danças podem ser feitas, levando-se em conta diferentes critérios.

Quanto ao modo de dançar:
·         Dança solo (ex.: coreografia de solista no balé, sapateado);
·         Dança em dupla (dança de salão) (ex.: tango, salsa, valsa, forró etc);
·         Dança em grupo (ex.: danças de roda, sapateado).

Quanto à origem:
·         Dança folclórica (ex.: catira, carimbó, reisado etc);
·         Dança histórica (ex.: sarabanda, bourré, gavota etc);
·         Dança cerimonial (ex.: danças rituais indianas);
·         Dança étnica (ex.: danças tradicionais de países ou regiões).

Quanto à finalidade:
·         Dança erótica (ex.: can can, striptease, pole dancing);
·         Dança cênica ou performática (ex.: balé, dança do ventre, sapateado, dança contemporânea);
·         Dança social (ex.: dança de salão, axé, tradicional);
·         Dança religiosa/dança profética (ex.: dança sufi).

As primeiras manifestações de dança ao longo do tempo
"A Dança nasceu da necessidade de expressar uma emoção, de uma plenitude particular do ser, de uma exuberância instintiva, de um apelo misterioso que atinge até o próprio mundo animal."
Para entendermos a história da dança vamos fazer uma análise cronológica dos fatos:
1º - A linguagem gestual imitativa (mimética ou mímica) é a mais antiga forma de comunicação do ser humano, podendo remontar a milhares de anos em suas primeiras manifestações.
2º - Algumas tribos australianas, africanas, neozelandesas, indígenas, entre outras ainda guardam suas mais antigas manifestações.

Podemos dividir as primeiras manifestações de dança em seis períodos:
·         Período paleolítico inferior - 1000.000 anos a.C.: dança circular sem contato.
·         Período paleolítico médio - 350.000 a 75.000 anos a.C.: danças animais.
·         Período paleolítico superior - 75.000 a 15.000 anos a.C.: danças sexo-lunares.
·         Período mesolítico - 15.000 a 10.000 anos a.C.: danças de máscara e danças fúnebres.
·         Período protoneolítico - 10.000 a 3.000 a.C.:  homens e mulheres dançando em linhas opostas.
·         Período neolítico - até 1.000 anos a.C.: danças mistas de pares, dança de abraço, dança de galanteio, dança do ventre.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

(texto 2) Manifestações das lutas na contemporaneidade
Importante é perceber o quanto e como as lutas e artes marciais estão presentes em nossa sociedade atualmente, os meios e as formas pelas quais chegam até nós. Podemos passar quase despercebidos das suas manifestações, esquecendo que é parte da cultura do movimento humano, historicamente produzidas e enriquecidas com a cultura dos seus povos de origem que as usam como movimentos rudimentares de proteção e defesa do nosso corpo, quando estamos em perigo.
Hoje somos “educados” por filmes e desenhos animados apresentam com uma visão “ocidentalizada” das artes marciais que as resumem ao domínio dos movimentos físicos, quase ignorando totalmente os aspectos filosóficos dos quais as artes orientais são muito ricas.
É fato que o cinema, cada vez mais, “recheia” os seus filmes com movimentos de luta, principalmente inspirados nas artes marciais orientais como o “Kung Fu” ou o “Muai Thay”.
Os filmes e séries de desenhos animados utilizam-se de muitos recursos para cativar os telespectadores. Essas demonstrações de como as lutas (neste caso “as brigas”) são aceitáveis na sociedade e sugere que combater o mal com violência física é certo, e dessensibiliza as pessoas acerca da violência, do choque e do terror de ver alguém sendo agredido.
No Brasil, não somos iniciados em uma arte marcial específica, como ocorre na China, ou na Coréia do Sul, por exemplo, onde, respectivamente, o Kung Fu e o Taekwondo fazem parte do currículo escolar. Trata-se de uma questão cultural de cada país.
Mesmo com a prática de apenas uma modalidade, ocorre a aproximação do aluno escolar com o universo das lutas, devido às oportunidades que surgem de discussão sobre as demais formas de luta. Oportunizaria ao educando, ao menos, desenvolver uma compreensão correta e não preconceituosa quanto às artes marciais.
Atualmente, as artes marciais são praticadas visando diferentes finalidades como desporto, lazer, participação de um grupo social, defesa pessoal, disciplina da mente, condicionamento físico.
O termo “artes marciais” refere-se às artes de guerra e luta. Hoje, o termo artes marciais é usado generalizadamente para todos os sistemas de combate de origem oriental (Aikido, Muai Thay, por exemplo) e ocidental (Capoeira, Savate francês), com ou sem o uso de armas tradicionais. No oriente existem outros termos mais adequados para a definição destas artes como Wu-Shu na China e Bu-Shi-Do no Japão, que também significam artes de guerra, ou “Caminho do Guerreiro”.
Nas artes marciais orientais, encontram-se conotações filosóficas que definem a aplicação dos conhecimentos de luta, ou seja, é dada ênfase no estado mental e espiritual do praticante.
Ao chegarem ao ocidente, às lutas orientais perderam a conotação filosófica fundamentada em crenças e religiões que preparavam o praticante física e espiritualmente, sendo enfatizados apenas os aspectos competitivos e o de defesa pessoal, as lutas foram adaptadas para serem desenvolvidas na forma de competições (“jogos”, ou seja, com regras, limitações, etc.) sendo viabilizadas para serem praticadas por pessoas alheias aos preceitos filosóficos e aos significados culturais relacionados.
Ainda que não tenha origem oriental, a nossa capoeira também está definindo-se como arte, expressão corporal, esporte, atividade física para a saúde, lazer, socialização. A “capoeira ‘se joga’: não é ‘arte marcial’ de iniciativa agressiva”.
Além disso, confundem-se modalidades de lutas e artes marciais com eventos onde participam lutadores de diversas modalidades, os chamados “Mixed Martial Arts” (MMA). Como exemplos conhecidos de “MMAs” existem o “Vale-tudo”, criado no Brasil, “Ultimate Fighting Championship”(UFC) e “Pride”, que são os maiores campeonatos mundiais desse tipo.
Os “MMAs” nada mais são que esportes onde participam lutadores de quaisquer artes marciais (Boxe, Luta Livre, Muai Thay, Judô, etc), sendo comum nas disputas o uso de técnicas de duas ou mais modalidades de artes marciais.

Cultura e Princípios filosóficos de algumas Lutas

Junto com treinamentos técnicos, os praticantes acabam por conhecer alguns detalhes da cultura do povo de origem da arte marcial ou da luta, como a língua, o modo de pensar, as saudações, vestimentas, armas e conflitos históricos, história do país, bem como outros detalhes do contexto.
Nas artes marciais orientais são comuns preceitos filosóficos dando sentido aos movimentos técnicos e a conduta dos lutadores. No “Taekwondo”, são utilizados alguns conceitos norteadores para a arte marcial: cortesia, integridade, perseverança e autocontrole e espírito indomável. Além disso, existe um código de honra que, antigamente, era aplicado aos guerreiros que treinavam a arte: Fidelidade ao rei; Lealdade aos amigos; Respeito aos pais; Nunca recuar ante o inimigo; Só matar quando não houver alternativa.

Já no “Aikido”, o princípio é o de lutar sem lutar. No Judô, usar a força do oponente contra ele mesmo. Isto nos mostra a importância das lutas no contexto educacional, pois possibilita desenvolver valores fundamentais na formação do cidadão. 

3º Ano (3º Bimestre)


Link para o Trabalho
(calorias dos alimentos):
 
Equilíbrio Energético
Calorias consumidas - calorias gastas = Equilíbrio energético.

Equilíbrio energético é a relação entre o consumo energético, traduzido pelo equivalente calórico dos nutrientes que compõem a dieta e a demanda energética associada ao equivalente energético do trabalho biológico realizado.

Equação do Equilíbrio Energético

A primeira lei da termodinâmica, a chamada lei de conservação de energia, indica que a energia não se cria, nem se destrói, porém pode trocar de forma. No caso do organismo humano, a energia necessária para atender à demanda solicitada pelo trabalho biológico é sintetizada dos alimentos que são consumidos.

Portanto, o equilíbrio energético oferece indicações quanto ao estado nutricional com repercussões diretas na variação do peso corporal. A relação consumo-demanda energética apresenta três possíveis situações:
·         Equilíbrio energético positivo.
·         Equilíbrio energético negativo.
·         Equilíbrio isoenergético.

Quando o consumo exceder a demanda energética, ocorre o equilíbrio energético positivo. Exemplificando: o indivíduo apresenta, em média, consumo de alimento com equivalente energético de 2800 kcal/dia, acompanhado por demanda proveniente do trabalho biológico de apenas 2500 kcal/dia, o que equivale a equilíbrio positivo ou "superávit" de 300 kcal/dia. Essas 300 kcal extras não utilizadas pelo organismo são estocadas na forma de gordura, que resultam em proporcional aumento do peso corporal.

Se a demanda energética ultrapassar o seu consumo, passa a existir "déficit" energético ou equilíbrio energético negativo. É o caso do indivíduo que consome em sua dieta alimentar por volta de 2500 kcal/dia, ao mesmo tempo em que utiliza 3000 kcal para atender às necessidades energéticas do trabalho biológico. O "déficit" de 500 kcal deverá ocasionar reduções equivalentes no peso corporal, na medida em que o organismo deverá recorrer aos estoques adicionais de nutrientes na tentativa de atender as necessidades energéticas.

O equilíbrio isoenergético é condição na qual o consumo e a demanda energética são iguais.

Consumo calorias = gasto de calorias = equilíbrio isoenergético

Por exemplo, se o indivíduo consumir em sua dieta alimentar por volta de 2500 kcal/dia, e simultaneamente seu trabalho biológico solicitar demanda energética diária equivalente às mesmas 2500 kcal, a relação energética estará equilibrada. Logo, não haverá modificações no peso corporal.



ESTIMATIVA DA DEMANDA ENERGÉTICA PREVISTA/DIA

Coeficiente Calórico (Kcal/m2/hora)

Faixa Etária (anos)
Homens
Mulheres
10
53
50
11
52
49
12
50
47
13
48
45
14 – 16
46
43
17 – 18
43
40
19 – 20
41
38
21 – 30
39,5
37
31 – 40
39,5
36,5
41 – 50
38,5
36
51 – 60
37,5
35
61 – 70
36,5
34
>71
35,5
33

Superfície Corporal (m2)
0,007184 x Estatura (cm)0,725 x Peso (Kg) 0,425
= Ex.: 0,007184 x (181)0,725 x (83)0,425
= Ex.: 0,007184 x 43,33 x 6,54
= Ex.: 2,03

Metabolismo de Repouso (Basal)
Superfície Corporal x Coeficiente Calórico x 24 horas
= 2,03 x 39,5 x 24
= 1924 Kcal/dia

segunda-feira, 8 de maio de 2017

9º Ano (2º Bimestre)


9º Ano A B D (2º Bimestre)

HISTÓRIA DAS OLIMPÍADAS

Introdução: A cada quatro anos, atletas de centenas de países se reúnem num país sede para disputarem um conjunto de modalidades esportivas. A própria bandeira olímpica representa essa união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados, representando os cinco continentes e suas cores. A paz, a amizade e o bom relacionamento entre os povos e o espírito olímpico são os princípios dos jogos olímpicos.

Origem dos Jogos Olímpicos: Foram os gregos que criaram os Jogos Olímpicos. Por volta de 2500 a.C., os gregos já faziam homenagens aos deuses, principalmente Zeus, com realização de competições. Porém, foi somente em 776 a.C. que ocorreram pela primeira vez os Jogos Olímpicos, de forma organizada e com participação de atletas de várias cidades-estados. 
Atletas das cidades-estados gregas se reuniam na cidade de Olímpia para disputarem diversas competições esportivas: atletismo, luta, boxe, corrida de cavalo e pentatlo (luta, corrida, salto em distância, arremesso de dardo e de disco). Os vencedores eram recebidos como heróis em suas cidades e ganhavam uma coroa de louros.
Além da religiosidade, os gregos buscavam através dos Jogos Olímpicos a paz e a harmonia entre as cidades que compunham a civilização grega. Mostra também a importância que os gregos davam aos esportes e a manutenção de um corpo saudável.
No ano de 392 d.C., os Jogos Olímpicos e quaisquer manifestações religiosas do politeísmo grego foram proibidos pelo imperador romano Teodósio I, após converter-se para o cristianismo.

Jogos Olímpicos da Era Moderna: No ano 1896, os Jogos Olímpicos são retomados em Atenas, por iniciativa do francês Pierre de Fredy, conhecido como barão de Coubertin. Nesta primeira Olimpíada da Era Moderna, participam 285 atletas de 13 países, disputando provas de atletismo, esgrima, luta livre, ginástica, halterofilismo, ciclismonatação e tênis. Os vencedores das provas foram premiados com medalhas de ouro e um ramo de oliveira.

Jogos Olímpicos da Era Moderna: No ano 1896, os Jogos Olímpicos são retomados em Atenas, por iniciativa do francês Pierre de Fredy, conhecido como barão de Coubertin. Nesta primeira Olimpíada da Era Moderna, participam 285 atletas de 13 países, disputando provas de atletismo, esgrima, luta livre, ginástica, halterofilismo, ciclismonatação e tênis. Os vencedores das provas foram premiados com medalhas de ouro e um ramo de oliveira..


Jogos Olímpicos e Política
As Olimpíadas, em função de sua visibilidade na mídia, serviram de palco de manifestações políticas, desvirtuando seu principal objetivo de promover a paz e a amizade entre os povos. Nas Olimpíadas de Berlim (1936), o chanceler alemão Adolf Hitler, movido pela ideia de superioridade da raça ariana, não ficou para a premiação do atleta norte-americano negro Jesse Owens, que ganhou quatro medalhas de ouro. Nas Olimpíadas da Alemanha em Munique (1972), um atentado do grupo terrorista palestino Setembro Negro matou 11 atletas da delegação de Israel.  A partir deste fato, todos os Jogos Olímpicos ganharam uma preocupação com a segurança dos atletas e dos envolvidos nos jogos.
 Jesse Owens: quatro medalhas de ouro nas Olimpíadas de Berlim (1936)
Em plena Guerra Fria, os EUA boicotaram os Jogos Olímpicos de Moscou (1980) em protesto contra a invasão do Afeganistão pelas tropas soviéticas. Em 1984, foi a vez da URSS não participar das Olimpíadas de Los Angeles, alegando falta de segurança para a delegação de atletas soviéticos.

Você sabia?
- No ano de 1916, as Olimpíadas deveriam ocorrer na Alemanha. Porém, em função da Primeira Guerra Mundial, os Jogos Olímpicos foram cancelados.
- Em função da Segunda Guerra Mundial, os Jogos Olímpicos de 1940 e 1944 também foram cancelados.
- Críquete, Tiro ao Pombo e cabo-de-guerra já foram esportes olímpicos.
- Em 2016, as Olimpíadas foram realizadas na cidade do Rio de Janeiro.